Quais são as causas da micose em cães?

A micose foi derivado do nome errado, que é uma infecção causada por um vírus disfarçado sob a camada da epiderme. No entanto, esta falsa noção leva a pôr de relevo a própria definição de micose. A micose ou impedir a dermatofitose é uma infecção causada pela infestação de vários tipos de fungos que impedem o desenvolvimento do cabelo ou dos folículos pilosos da pele. A micose pode ser predominantemente observada em animais e pode ser transmitida de um animal infectado para outro. Os animais são conhecidos por serem portadores de fungos e transmiti-la aos seus proprietários ou de outros animais. Os gatos e os cães são geralmente as vítimas potenciais da micose.

Causas da micose em cães

de Acordo com uma pesquisa levada a cabo, são os seguintes os tipos de fungos que afectam os folículos pilosos.

  • Microsporum canis é um tipo de fungo que se encontra predominantemente em gatos e tem o potencial de ser transferido através do contato com outros animais também.
  • Trichophyton forma de favo é um tipo de fungo que se encontra em cães, e é transferível por sua natureza.
  • Outro tipo de fungo que vem da mesma família da árvore é chamado de Microsporum gypseum. Esta infestação está no chão. Então, quando você vê seu cachorro ou gato cavar a terra para encontrar um presente, não negligencie o seu trabalho e, instantaneamente, retráigalo de fazê-lo. Talvez você pode excluir uma causa de preocupação na forma de desenvolver a micose e se tornar um portador da mesma.

Métodos para diagnosticar a causa da coceira

Avaliar e diagnosticar que tipo de fungo é o principal fator de micose nos cães tornou-se um estudo crítico. No entanto, há três métodos em que a causa da coceira pode ser revelada. A impedir a dermatofitose pode ser identificada por tais métodos, como:

  • Lâmpada fosforescente, quando uma fonte de luz ultravioleta é transmitido através da pele do cão.
  • Teste fungassa e/ou cultivo de cogumelos, uma prova em que se considera uma cultura do folículo do cabelo do cão e deve ser observado durante um período determinado, para qualquer rastro da infecção.
  • Também pode ser diagnosticada pela perda de cabelo em manchas, especialmente na área perto da orelha, as patas e o círculo do olho, o que mostra sinais visíveis de micose em cães.
Artigo similar:  14 NYC Bares Que Estão Literalmente Underground

Sintomas da micose

Seu cão está sofrendo de micose se nota:

  • Manchas na pele, uma pele áspera e escamosa.
  • Perda de cabelo em áreas específicas.
  • O cabelo cai em manchas que formam depressões expondo a superfície da pele.
  • O início dos folículos está infectado e desenvolve pústulas e cistos.
  • Uma coceira excessiva com pápulas em desenvolvimento sobre a pele, que aparecem em forma de grumos.
  • Um vermelhidão ao redor da extrusão da pele ou lesão.

Tratamento da micose em cães

  • Levar seu cão a um veterinário pode ser útil. É melhor se a condição trata-se, em fases iniciais, em vez de descuidarla e deixar que ele se manifeste em outros animais e até mesmo os membros da família.
  • O veterinário pode rasgar-lhe o cabelo da raiz para verificar e eliminar a possibilidade de qualquer problema de pele. Ele irá receitar um creme antimicótica, de preferência uma que é absorvido instantaneamente pela pele, e, além disso, filtra-se na zona afectada para tirar a infecção.
  • Você pode pedir raspar o cabelo do cão. É possível que essa proposta não vai gostar, principalmente se o cabelo de seu cão é um grande benefício para a sua personalidade, porém, é um método eficaz para combater micose.
  • Os shampoos anti-fungal para banhar seu cão funcionam bem. Você pode deixar o shampoo no corpo do cão durante alguns minutos e depois esfregar suevemente. O mecanismo para este shampoo é muito semelhante ao dos shampoos de venda livre que são formulados especificamente para o uso humano.
  • Certifique-se de lavar os cobertores e roupas que possam ter estado em contacto com o seu animal de estimação. Passe o aspirador de pó para limpar tapetes, carpetes e estofados, a fim de eliminar vestígios de cabelo ou esporos que nadam no meio ambiente.
Artigo similar:  Óleos anti-rugas: um guia prático com receitas

A melhor maneira de prevenir a propagação da micose é manter seu cão isolado das zonas da casa, freqüentadas principalmente por membros da família. Mantenha a higiene, dando-lhe um banho e escovar seu cabelo, como e quando for prescrito pelo veterinário. Mantenha longe de crianças e não permita que brinquem com animais de estimação, até que estejam totalmente desinfetadas. O processo de desinfecção com estes métodos de tratamento pode levar de duas a três semanas.